As criptomoedas estão ficando cada vez mais populares. É quase diário ver relatos de alguém investindo em Bitcoin e eventualmente se tornando um milionário. Cada vez mais empresas também estão entrando no mercado, comprando grandes quantidades de criptoativos, considerando uma possível valorização.

No entanto, assim como é comum encontrar histórias de sucesso, também é fácil encontrar pessoas que investem e acabam perdendo dinheiro.


Portanto, é importante iniciar sua jornada de investimento em Bitcoin com uma boa compreensão do mercado e seus riscos. Preparamos este artigo para abordar os principais riscos envolvidos nesse mercado, mas ressaltamos que nossa intenção não é desestimular o investimento em criptomoedas, mas alertar sobre os perigos que podem existir nessa atividade e em outros tipos de investimentos como ações ou outros bens.

Riscos de investir em Bitcoin

Compreender os riscos de investir em Bitcoin é um passo importante antes de começar a transferir os fundos necessários para esta atividade. Os perigos desse mercado vêm de diversas fontes, porém, por qualquer motivo, tem o mesmo resultado: a perda do capital investido.

Confira abaixo os principais riscos:

Bitcoin é muito volátil. Isso significa que o valor dos ativos criptográficos geralmente flutua descontroladamente. A criptomoeda esteve em um curso de alta nos últimos anos, mas se sua história for avaliada, também sofreu declínios absurdos.

A volatilidade do preço do Bitcoin não pode ser prevista no curto prazo, e o risco de perder o investimento será maior se for necessário um resgate rápido. Ao mesmo tempo, no entanto, é provável que os ativos criptográficos se valorizem no mesmo período. O processo se tornou arriscado em grande parte devido a essa imprevisibilidade, com os investidores comentando que lucrar com o Bitcoin geralmente parece uma sorte.

Na internet, sempre que algo começa a pegar, você pode ter certeza de que os cibercriminosos começarão a aplicar golpes relacionados a esse tópico. O Bitcoin não é exceção, pois a maior atenção da mídia aos ativos criptográficos está levando muitos criminosos a pensar em maneiras de usar a moeda ilegalmente.





As transações de Bitcoin e criptomoedas são seguras principalmente devido ao seu funcionamento baseado na tecnologia blockchain - um banco de dados descentralizado, ou seja, não controlado por nenhum governo ou organização, que registra todas as operações com ativos criptografados em um banco de dados inacessível.


No entanto, o mesmo não pode ser dito para exchanges, plataformas intermediárias de compra e venda de Bitcoin e outras criptomoedas, bem como carteiras digitais, endereços de Internet onde os fundos são armazenados, que podem ser atacados por criminosos e, com isso, os usuários perdem importantes .